8 dicas infalíveis para escolher calçados infantis

Os calçados infantis são sempre muito fofos, não é mesmo? Existem tantos modelos, cores e detalhes que ficamos até perdidas na hora de escolher o sapato ideal. Mas não é somente a beleza que nos preocupa: o conforto e a funcionalidade devem ser as principais características para levarmos em conta na hora da compra.

Isso porque os pezinhos dos pequenos ainda estão em formação, e o calçado errado pode prejudicá-los. Também tem o fato de que as crianças são, na maioria das vezes, agitadas e precisam de segurança para brincar e pular.

Quer saber quais são os pontos de atenção que você deve ter ao escolher os sapatos infantis? Então, leia o nosso post e confira!

1. Priorize o conforto

Aquele sapatinho lindo que você viu na vitrine pode não ser o mais adequado para os pés do seu filho ou filha. A verdade é que o conforto deve vir em primeiro lugar para que o calçado não faça mal ao desenvolvimento dos pés.

É comum não nos atentarmos a isso nos primeiros meses de vida do bebê, já que ele ainda não anda. Porém, com essa idade, os pés são compostos por muita cartilagem e um sapato apertado, por exemplo, pode afetar a formação deles.

Portanto, olhe se o calçado tem solado flexível e se está ajustado adequadamente. Caso você note que os pés ficaram avermelhados e “amassados” após o uso de determinado sapato, não o coloque mais no seu filho.

2. Analise a praticidade

Com a correria do cotidiano, às vezes fica complicado limpar os calçados cheios de detalhes, concorda? Além do mais, alguns são difíceis de fechar, especialmente quando a criança não sossega os pés!

Por isso, é interessante você analisar se o sapato é de fácil limpeza, o que vai descomplicar sua consideravelmente vida nessa parte. E também, veja se é tranquilo para calçar, principalmente, numa situação que você não tenha muito tempo ou quando a criança está agitada.

No caso de crianças maiores, opte por sapatos que elas mesmas consigam calçá-los, como os que têm fechamento em velcro ou cadarços elásticos. Isso desenvolve a autonomia delas e ainda simplifica a vida para você, na hora de arrumá-las.

3. Verifique a qualidade

A qualidade é essencial! Isso inclui tanto a durabilidade e, até mesmo, a segurança. Imagina se aquela sandália novinha arrebenta uma tira enquanto a criança corre? É machucado na certa!

Prefira as marcas mais conceituadas, que você sabe que vão durar e aguentar a rotina movimentada dos pequenos. De nada adianta comprar um sapato de qualidade inferior que logo estará feio e desgastado, ou pior, causar um acidente e ferir a criança.

Outro fator é o famoso “chulé”. Calçados feitos com materiais sintéticos tendem a dar cheiro ruim, já que dificultam o arejamento dos pés e, assim, favorecem a proliferação das bactérias. Também, observe se a palmilha é removível para uma melhor limpeza.

4. Aposte na versatilidade

Agora, em termos de moda: antes de comprar os calçados infantis, veja as roupas que a criança tem, para optar pelos modelos que vão permitir o maior número possível de combinações. Talvez, aquele sapato maravilhoso quase não seja usado, por não ter o mesmo estilo das peças.

Tendo isso em vista, aposte nos sapatos versáteis para o dia a dia e deixe os mais sofisticados para as ocasiões especiais. Uma boa dica é investir nas cores metalizadas, como dourado e prata, que estão super em alta e vão bem com quase tudo!

5. Fique de olho na segurança

A segurança das crianças é fundamental, pois um calçado inadequado pode trazer graves consequências, como quedas e torções. Veja se o sapato se ajusta corretamente aos pés da criança: não pode ficar apertado, mas também não pode ficar muito largo.

Além de dar firmeza, o fechamento do calçado deve ser consistente, para que não abra com facilidade. Isso evita que ele saia dos pés e provoque acidentes.

6. Veja se é adequado para a idade

Em cada fase da infância ocorrem mudanças importantes, e os sapatos devem se adequar a elas. Não é porque a marca oferece a numeração da criança que, necessariamente, o calçado foi criado pensando no desenvolvimento dela.

Os chinelos de dedos são um exemplo disso, pois embora as empresas fabriquem tamanhos pequenos, eles não são apropriados para menores de 8 anos. Você sabia disso? Como as crianças não têm coordenação motora suficiente para usar esse tipo de calçado, acabam virando o pé, tropeçando ou caindo.

Nesse caso, procure a orientação do pediatra e se atente ao que ele tem a dizer sobre qual o calçado mais adequado para a idade da criança.

7. Experimente no pé da criança

Apesar da numeração, cada sapato tem um formato diferente, e isso pode influenciar no ajustamento dele nos pés. O tamanho também varia muito conforme o fabricante.

Por conta disso, o ideal é levar em consideração como o calçado se adapta à criança e não só o número dele, portanto, experimente-os nos pés dos pequenos antes de comprá-los.

8. Escolha os calçados infantis para a ocasião certa

Crianças gostam de brincar, pular, correr e se divertir! Para isso, alguns modelos de sapatos não são apropriados. Prefira, por exemplo, os tênis e papetes para a escola. Já as meias com solados flexíveis são ótimas para proteger os pezinhos em casa.

Agora, para os passeios e ocasiões especiais em que as meninas devem estar bem-vestidas e elegantes, as sapatilhas são as ideais.

Para ajudar você nessa missão, prefira comprar os calçados em lojas especializadas no público infantil, como a Pozinho Mágico. Assim, você garante maior variedade em opções adequadas para as crianças.

A escolha dos calçados infantis não deve ser impulsionada somente pela beleza. É preciso verificar a segurança, conforto, qualidade, praticidade e versatilidade deles para fazer a compra certa. Dessa forma, as crianças têm a liberdade necessária para brincar e se divertir, sem correr riscos!

Quer saber onde encontrar as sapatilhas mais lindas e confortáveis para as meninas? Então, entre no nosso site e confira os modelos que temos para deixar a sua filha ainda mais bela!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

10 − quatro =