Atividades para coordenação motora: como treinar as crianças?

O desenvolvimento dos movimentos das crianças acontece de forma muito natural, porém, esse processo pode contar com a ajuda dos pais. Entre esse estímulo, propor atividades para coordenação motora é uma ótima ideia.

A infância é o momento em que elas estão mais propensas a aprender e evoluir, então, um empurrãozinho pode ser de grande valor, desde que feito da maneira certa, respeitando o tempo da criança e a ajudando.

Neste post você vai conhecer mais sobre os principais exercícios e como eles podem estimular o desenvolvimento das crianças de forma natural e lúdica. Confira!

Entenda melhor o que é coordenação motora

Aprender a andar, a pegar os brinquedos e então começar a se movimentar com mais desenvoltura. Essas fases marcam pontos importantes da linha do tempo da evolução da coordenação motora das crianças, deixando pais orgulhosos e satisfeitos de verem seus pequenos crescendo com saúde.

A coordenação motora é responsável por todo tipo de movimento mecânico que as crianças precisam fazer, desde quando são pequenos até a vida adulta. O desenvolvimento adequado na fase inicial da vida vai garantir que elas tenham perfeição com o passar do tempo, seja nas atividades mais detalhadas ou naquelas mais naturais.

Coordenação fina e grossa

A coordenação motora se divide em 2 tipos: fina e grossa. Cada uma delas é responsável por tipos específicos de movimentos, uns que demandam maior precisão, outros que são mais simples, ligados à sustentação.

Andar, correr, subir escadas, pular, levantar, sentar. Movimentos mais amplos e automáticos são ligados à coordenação grossa, levando esse nome justamente por serem mais “brutos” e envolverem os músculos mais robustos do corpo, aqueles mais resistentes e que permitem ações maiores e mais fortes.

Já a coordenação fina está relacionada aos músculos mais tênues, que estão direcionados para a realização de movimentos que exigem mais cuidado e delicadeza: escrever, apertar botões, desenhar, pegar objetos e movimentar mãos e pés.

O desenvolvimento de todos esses músculos de forma ordenada e equilibrada permite à criança a estabilização de sua capacidade de movimentação de uma forma geral, sem nenhuma limitação. A melhor forma de obter isso é estimular as atividades para coordenação motora.

Veja boas atividades para o desenvolvimento infantil

Brincar faz parte da rotina dos pequenos de forma muito natural, o que permite que propostas educativas sejam executadas de forma lúdica, trazendo algo importante para a criança. As atividades para coordenação motora também têm a mesma função: desenvolver de forma divertida.

Para isso, é importante além de envolver, também desafiar os limites dos pequenos, pois, são justamente esses esforços que ajudarão a trabalhar a coordenação.

É papel dos pais estimular e direcionar seus filhos para as brincadeiras que serão mais proveitosas para a coordenação motora. A seguir, conheça os joguinhos e atividades mais interessantes para esse desenvolvimento.

balletDançar (coordenação grossa)

Qual criança não gosta de dançar? Assim que elas entendem o que significa se movimentar para acompanhar uma música, é quase automático entrarem no ritmo e seguirem o som. A dança ajuda muito na noção corporal, de modo que ela entenda a sua capacidade de realizar movimentos de acordo com as canções.

É uma ótima ideia estimular a dança desde cedo, sem se importar muito se a criança está desajeitada e fora de ritmo. Esse tipo de atividade é muito valiosa para seu desenvolvimento, ajudando, além da coordenação, na perda da timidez.

Imitar animais (coordenação grossa)

Os animais estarão presentes nos livros, desenhos, programas de TV e em basicamente todo conteúdo infantil, despertando grande curiosidade. Dá para se aproveitar muito bem disso, mostrando às crianças como os bichos se comportam, pedindo, assim, para que elas repitam essas movimentações.

Nessa atividade a criança vai trabalhar todo o corpo, mas, para isso, é importante saber variar os tipos de animais. Escolhas como cachorro, jacaré, leão, canguru e outros diferentes tipos prometem ótima experiência entre as atividades para coordenação motora.

coordenação motora grossaCaminhar em trilha com obstáculos (coordenação grossa)

Até mesmo andar é uma missão mais difícil até os 2 anos, sendo um processo de desenvolvimento mais longo, mesmo depois que a criança já tem certa desenvoltura. Por isso, é possível dar uma ajudinha nessa etapa da coordenação motora de forma muito divertida: que tal fazer uma trilha de obstáculos?

Vale usar tudo que se tem em casa: almofadas, brinquedos e o que mais possa ser aplicado para que a criança ande por determinado caminho precisando desviar desses obstáculos. Assim ela vai desenvolver sua atenção e capacidade de caminhar em segurança, entendendo que se há algo em sua frente, ela precisa adaptar seu percurso.

coordenação motora finaDesenhar (coordenação fina)

Uma das mais divertidas e úteis atividades para a coordenação motora, desenhar é algo que praticamente toda criança gosta, até mesmo aquelas naturalmente mais agitadas.

Além de desenvolver a criatividade, desenhar é de extrema importância para a coordenação fina, já que envolve o movimento das mãos e dos dedos, segurando objetos mais finos, como lápis e giz de cera. Vale a pena propor temas e pedir que as crianças deixem a imaginação fluir.

Pegar pregador no varal (coordenação fina)

Atividade diferente e divertida, pegar pregadores no varal pode ser muito legal, especialmente se você usá-los para prender desenhos, objetos que as crianças gostam e qualquer outro item que seja lúdico. O mais importante, no entanto, é justamente o movimento de abrir e fechar o pregador.

Além de demandar de coordenação para entender como funciona esse objeto, há também a aplicação de força, o que é importante ao executar uma série de movimentos. A brincadeira com o varal de pregadores foge daquelas mais comuns e é bastante útil!

Separar grãos (coordenação fina)

Que tal pegar alguns grãos que você tem em casa e montar uma brincadeira bem divertida e educativa? De todos os tipos servem: arroz, feijão, grão-de-bico, milho, sementes e o que mais tiver na dispensa. A brincadeira consiste em misturá-los e pedir que a criança pegue apenas os de um tipo específico.

Por serem pequenos, os grãos exigem um cuidado maior na hora de serem manuseados, trabalhando a coordenação motora das mãos e dos dedos, que estão relacionadas a músculos mais finos, em movimentos mais complexos.

Viu como seus filhos podem se divertir e se desenvolver por meio das atividades para coordenação motora de diferentes formas? Tudo pode ser estimulado de maneira natural durante o cotidiano.

Quer ter acesso a mais conteúdos como este e aprender mais sobre o mundo infantil? Assine nossa newsletter e receba os posts diretamente no seu e-mail!vestidos-infantis-mon-sucre

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

17 − onze =