Histórias e contos infantis: por que eles são tão importantes?

Em um mundo cada vez mais dominado pela tecnologia, ler para as crianças é um hábito que está perdendo espaço para vídeos e joguinhos. Isso não quer dizer que essas mídias não possam trazer alguns benefícios, mas ler histórias e contos infantis para crianças ainda é essencial, principalmente para os pais que se preocupam com a educação cognitiva de seus filhos.

Contar histórias é, sem dúvida, uma forma de aproximar pais e filhos. Além disso, é uma atividade que vai incentivar a criatividade, desenvolver diferentes habilidades e reforçar competências básicas para a convivência em sociedade.

Neste post, vamos falar sobre a importância dos contos e histórias na educação das crianças e abordar mais profundamente os principais benefícios de ler para os pequenos. Confira!

Como histórias e contos infantis favorecem a cognição das crianças?

A capacidade de adquirir conhecimento é estimulada por vários processos que compõem o ensino/aprendizado de uma criança. Esse é o principal papel da escola, porém os pais também possuem uma função nesse intermeio.

O mais importante, nessa fase, é que os pais leiam e contem as histórias, porque dessa forma, estimularão a atenção e a memória. E ainda, terão um momento especial com seus filhos, no qual poderão compartilhar diferentes emoções e sentimentos.

Quais histórias posso ler para meus filhos?

Alguns livros podem tratar de assuntos interessantes ao mesmo tempo que ensinam, como os tradicionais e mais conhecidos: “O Pinóquio”, “Os três porquinhos”, “A Bela e a Fera”. Ou contos menos conhecidos, mas não menos envolventes, como: “A Rainha das Abelhas” e “O Mingau Doce”, dos famosos Irmãos Grimm.

É sempre bom reforçar que contar histórias e contos infantis para seus filhos não é só pegar um livro e ler. É preciso pensar bem antes de escolher quais histórias contar e dar espaço para as crianças fazerem suas escolhas. Você também pode escolher levando em consideração os benefícios que essas histórias e contos vão trazer para os pequenos.

Uma dica que vale a pena ser ressaltada é: leve as crianças para comprarem os livros infantis. Muitas livrarias têm o “cantinho” das crianças, o que pode muito estimular o gosto pela leitura!

Quais os principais benefícios de ler histórias e contos para as crianças?

Além dos diversos benefícios vistos até aqui, existem alguns dos quais podemos considerar como os mais importantes. Veja logo abaixo:

1. Brincar aprendendo

Antes de qualquer benefício, o momento de ler para seus filhos deve ser uma ocasião lúdica e de lazer. Não faça desse tempo algo pesado e regrado, como se fosse uma obrigação. É preciso que tudo aconteça da forma mais natural possível e que pais e filhos sintam-se confortáveis com a leitura.

Vocês podem criar ambientes diferentes para a leitura como: cabanas de lençóis no quarto ou até mesmo ter um cantinho da leitura. Uma outra ideia, para tornar esse momento mais divertido, é usar fantoches e bonecos que representem os personagens dos contos ou os narradores das histórias.

2. Explorar a imaginação

As crianças adoram quando você dá liberdade para elas imaginarem, por isso, deixe que elas explorem essa característica na hora de contar uma história. A imaginação é algo crucial quando o assunto é histórias e contos infantis. Muitos personagens, como a Narizinho, do “Sítio do Picapau Amarelo”, usam a imaginação e isso pode estimular as crianças a usarem a sua.

Há muitas formas de explorar a imaginação de uma criança, logo, não bloqueie as ideias dos pequeninos. É importante que os adultos deixem os pequenos imaginarem como seriam os personagens das histórias que eles estão ouvindo, por exemplo.

3. Aumentar a criatividade

Podemos até pensar que imaginação e criatividade são sinônimos mas, apesar de serem complementares, são estímulos diferentes que resultam cada uma delas. Como vimos, a imaginação é algo que é favorecido ao longo do texto, com a criança imaginando o que é descrito no conto, já a criatividade é algo estimulado a partir da história.

Vamos pensar em uma história tradicional, como “Os três porquinhos”. Após a leitura, a criança já imaginou como é a história, agora, estimulando a criatividade dela, peça que ela crie a sua versão da história. Deixe-a livre para criar, fazer seu próprio final, colocar gatinhos no lugar dos porquinhos e cachorros no lugar do lobo. O mais fundamental aqui é que você não coloque barreiras no processo criativo.

4. Incentivar o gosto pela leitura

Não temos mais nenhuma dúvida que os pais são espelhos para seus filhos, por isso, quando você lê para eles, você está incentivando eles a ler. Entretanto, mesmo quando os pequenos já sabem ler ou quando já conseguem ler sozinhos, não pare de ler para (e com) eles. Afinal, contar uma história é, acima de tudo, um momento especial entre pais e filhos.

Muitos pais não têm muito tempo com seus filhos no seu dia a dia e, por conta disso, não conseguem ler, nem sozinhos, nem com eles. Por isso, faça um esforço. Esse é a hora de aproveitar e interagir, sempre considerando que essa é uma atividade lúdica, divertida e criativa.

5. Ensinar valores

Quando você lê para uma criança, a primeira coisa que está ensinando é a importância da leitura e do saber ler. E junto com todo esse aprendizado vem a questão dos valores, aspectos que estão muito bem inseridos nos contos e histórias infantis.

Todas as histórias e contos infantis se preocupam em passar uma mensagem além do que está explícito, como podemos ver na história de Pinóquio em que, resumidamente, mostra como a mentira pode prejudicar não só a pessoa que mente, mas todos que estão ao seu redor.

As famosas “lições” de vida são características peculiares nas histórias e contos infantis. Portanto, construir conhecimento é um papel dessas histórias que contribuem com o aprendizado em diferentes formas, entre elas, a cognição e a moralidade, além de estimular a imaginação e a criatividade. Por fim, entendemos que a função lúdica de contar histórias é uma maneira de humanizar cada vez mais as relações entre crianças e adultos.

Então, você já leu hoje para o seu filho?

Gostou de saber como contar as histórias e contos infantis podem ser vantajoso na educação das crianças? Deixe seu comentário e opine!

Artigo escrito por Maria Algodão – Roupa de cama

One thought on “Histórias e contos infantis: por que eles são tão importantes?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

16 − catorze =