O perigo de jogos violentos para crianças!

jogos violentos

Game violento pode estimular interesse por arma de fogo, diz estudo da UFPB!

Fica aqui um alerta para os pais. Muitas vezes os filhos acabam jogando jogos que os deixam mais agressivos, violentos e ansiosos! Devemos ter muita atenção com o que nossos filhos fazem no celular ou no computador! Postamos aqui um video muito esclarecedor que todos os pais deverias assistir!

Sem consumo consciente, jogos eletrônicos são capazes de reduzir sensibilidade à violência… Entre as crianças que já pensam em suicídio, os que jogam videogames de ação podem ser significativamente mais capazes de tentar isso do que aqueles que jogam outras categorias de videogame.

Alguns especialistas também acreditam que o efeito da violência nos videogames em crianças é agravado pela natureza interativa dos jogos. Em muitos jogos, as crianças são recompensadas de acordo com o grau de agressividade com que interagem.

menino_jogando

ESTA PARTICIPAÇÃO ATIVA, REPETIÇÃO E RECOMPENSA são ferramentas eficazes para o comportamento de aprendizagem. Quanto mais horas de videogames de ação os pequenos jogam, maiores as tendências para que sigam o caminho da violência, inclusive contra si mesmos. As crianças podem sim, serem viciadas em videogames.

A Organização Mundial da Saúde em junho de 2018, declarou vício em jogos como um transtorno de saúde mental. Já existem clinicas especializadas em Vício em Jogos. Isso é muito preocupante!!!

Um estudo do Instituto Nacional para a Mídia e a Família, com sede em Minneapolis, nos Estados Unidos, sugere que os videogames podem viciar as crianças e que o vício das crianças nos videogames aumenta seus níveis de depressão e ansiedade. Filhos viciados também exibem fobias sociais, além do declínio do desempenho escolar. Exames de ressonância magnética revelam que videogames “viciantes” podem ter um efeito similar no cérebro de crianças, como drogas e álcool.

Uma série de estudos da Universidade Estadual da Califórnia descobriu que a parte impulsiva do cérebro, conhecida como sistema da amígdala-estriado, era mais sensível e menor em jogadores de jogos excessivos.

 

Doenças relacionadas aos games

A maioria dos efeitos ruins dos videogames são atribuídos à violência que eles contêm. As crianças que jogam videogames mais violentos têm maior probabilidade de ter pensamentos, sentimentos e comportamentos, que podem levar à depressão. Estudos sugerem que a exposição crônica a videogames violentos não está associada apenas à menor empatia, mas também à insensibilidade emocional. 

ANÁLISE SISTÊMINCA DO MASSACRE DE SUZANO, E O IMPACTO DO PL-1577/2019 AOS JOGOS E JOGADORES

Um dos defensores dos direitos humanos, o Papa João Paulo II, disse: “A violência destrói o que ela pretende defender: A dignidade da vida, a liberdade do ser humano”. A violência se tornou um produto, ela hoje é cultivada e aplaudida conforme abordado no artigo, a repercussão dos jogos eletrônicos com conteúdo violento e seus efeitos prejudiciais na formação dos jovens e adolescentes tomaram dimensões ainda maiores com o massacre de Suzano ocorrido no Brasil, dois ex-alunos atacaram a escola estadual Raul Brasil na cidade de Suzano com armas de fogo, bombas, coquetel Molotov, arco e flecha e machado. O ataque resultou em 10 mortes contabilizando o suicídio dos assassinos. O fato de os autores serem obcecados por jogos violentos reforçou a teoria sobre a má influência de videogames do tipo no comportamento humano. Segundo a polícia paulista, Guilherme Taucci Monteiro, 17, e Luiz Henrique de Castro, 25, varavam noites jogando “Call of Duty”, um jogo de guerra, ou “Counter-Strike”, em que o jogador atua como policial ou terrorista (BITTENCOURT, 2019[22]).

 

Pais: Vamos nos atentar ao que está acontecendo. Nossas crianças estão precisando de contato com a Natureza, contato com amigos reais, ir ao parque, jogar bola, correr… ser criança!

Faça a sua parte, compartilhe com outros pais!

 

 

Fontes:

https://www.ime.usp.br/~vwsetzer/joguinhos.html

https://www.ufpb.br/ufpb/contents/noticias/game-violento-pode-estimular-interesse-por-arma-de-fogo-diz-estudo-da-ufpb

https://www.megaimagem.com.br/blog/risco-dos-games-e-jogos-eletronicos/

https://meuartigo.brasilescola.uol.com.br/direito/jogos-eletronicos-violencia-e-transtorno-mental-na-infancia-e-juventude.htm

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

5 × cinco =