Luluzinha e Bolinha: você conhece a origem desses termos?

Você com certeza já ouviu falar de dois famosos personagens de HQ que viraram série de televisão e ainda fazem muito sucesso no Brasil: Luluzinha e Bolinha. Atravessando algumas gerações, essas duas simpáticas crianças se metiam em diversas enrascadas, sempre com muito humor e diversão, fazendo com que meninos e meninas de diversas partes do mundo se encantassem pelo desenho.

No post de hoje, vamos relembrar estes e outros personagens da história e conhecer um pouco mais sobre a autora, além de contar algumas curiosidades do HQ. Vamos lá?!

A autora

Marjorie Henderson Buell, mais conhecida como Marge, nasceu nos Estados Unidos no começo do século XX, lá em 1904, e ficou famosa justamente pela criação de Luluzinha, que nasceu em fevereiro de 1935.

Marge fazia cartuns semanais da garota (conhecida lá fora como Little Lulu) na revista The Saturday Evening Post, com a novidade de que as histórias focavam em uma garota — diferentemente de seu antecessor, o cartum Henry, de Carl Anderson.

O sucesso de Luluzinha veio quando a Paramount Pictures, ao procurar uma atração para substituir as animações de Superman, fechou um acordo com Marge para produzir desenhos animados sobre a garota. No total, foram 26 curtas entre os anos de 1943 e 1947, tornando-a uma das atrações mais queridas pelas crianças.

Quando resolveu ser mãe, Marge passou a apenas administrar os licenciamentos de seus personagens, que já haviam extrapolado os limites dos cartuns e da TV, tornando-se mídia de vários produtos nos EUA.

A Luluzinha

A idade ninguém sabe ao certo, mas acredita-se ter entre 8 e 10 anos. Lulu Palhares e suas amigas, que formavam o Clube da Luluzinha, aprontavam todas na vizinhança com o objetivo de fazer com que Bolinha, o garoto rival, andasse sempre na linha. Com cabelos cacheados, vestido vermelho e calção branco, a garota é melhor amiga de Aninha e anota em seu diário (Lulu’s Diary) tudo que acontece em sua vida.

Grande sucesso no mundo todo, a personagem ainda possui uma legião de fãs em diversas localidades. As bonecas originais da Luluzinha, lançada na década de 1960 nos EUA, ainda são vendidas a colecionadores por até 2 mil dólares. A primeira e original edição do gibi pode ser encontrada por 700 dólares.vestido-de-menina

O Bolinha

Dono do famoso clubinho local, o Clube do Bolinha, a regra era clara: meninas não entram. Bolinha, apelido de Tomás França, era o único personagem que realmente aparecia nas tiras originais de Marge em pequenas participações. O restante foi criado por John Stanley, sob a supervisão e orientação da autora.

Bolinha, Careca, Zeca e Juca estão sempre atazanando Luluzinha e sua turma. Mas não pense que esses quatro garotos são rivais apenas do clube das meninas: a Turma da Zona Norte, fisicamente mais fortes do que eles, são seus verdadeiros oponentes. Bolinha diz ser apaixonado por Glória, a garota mimada do bairro, embora todos que acompanharam a HQ saibam que a verdadeira paixão dele é a própria Luluzinha.

A Jovem Guarda

Os quadrinhos da Luluzinha acabaram nos anos de 1960 nos EUA. No entanto, foi justamente nessa época que a personagem ficou famosa no Brasil. O auge do sucesso veio quando uma música da Jovem Guarda teve como tema as personagens do HQ, com uma música chamada “Festa do Bolinha”, grande fenômeno da época. Foi nesse período, então, que os bonecos e produtos da história atingiam o melhor momento de comercialização no país.

Agora que você já sabe de onde vêm os Clubes da Luluzinha e Bolinha, assine nossa newsletter e receba mais de nossos conteúdos por e-mail!blog-vestido-infantil

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *